1 de dez de 2011

Peraí... 2011 tá acabando? - Participação na blogagem Meme das Antigas


Há um ano eu sequer imaginava o que me esperava:
Momentos tão lindos, ricos, cheios de emoção
Se eu disser que foi fácil, mentirei. Foi e está sendo um ano
Que me parece atrás de mim, cobrando, querendo
Exigindo – mas, eu não me rendo.
Amo assim mesmo. Ahhhhh, o amor!
Isso eu senti bastante durante todo o ano
E sei que ainda sentirei neste finalzinho
Em que as cobranças de presenças, abraços
aconchegos são muitas e muito bem-vindas.
Ele - o amor - veio de todas as direções
Parecia um bombardeio de emoções
Intermináveis e certeiras – fraternais
Ou não, sempre presente desde o amanhecer
Sob cantos de bem-te-vis, eu abria os olhos
e já o sentia tão perto. Até o anoitecer, eu
dormia com seus sonhos doces, com perfume
de desejos e gostinho de quero mais...
A saudade por perdas mudaram de cor,
jamais incolores ou transparentes, apenas
um pouco menos vibrantes nesse coração
sempre tão ávido por um bater descompassado.
Meu coração entra em ebulição facilmente,
Ora por um grande amor sedento de calor,
Ora por uma enorme perda que se banha
Em lágrimas e tristeza que se vai logo
Pelo caminho das lembranças do sorriso
De quem foi e quem sabe nos encontraremos
De novo?

Assim ele está indo embora – um ano inesquecível
Pródigo, infantil em seu recomeço e maduro
No Adeus que dará entrada a um ano Melhor.

2012 vem aí!



" Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades
 muda-se o ser, muda-se a confiança
 todo o mundo é composto de mudança,
 tomando sempre novas qualidades.
 Continuamente vemos novidades,
 diferents em tudo da esperança;
 domal ficam as mágoas na lembrança,
 e do bem (se algum houve), as saudades."
                        Luís de Camões, Lírica