28 de mai de 2010


Algo em ti eu quero mais que em outros que vi.
Existe algo sobre tua presença que jamais esbocei
Em palavras, pinturas ou coisas assim.
Talvez este querer diferente e discreto
Quem sabe teu sorriso ilumine melhor meus dias?
Ou, teus olhos dizem tudo que desejo ouvir
De teus braços, eu sinta o encanto
que ainda falta em mim.

22 de mai de 2010



NATUREZA E ESPIRITUALIDADE
Blogagem Coletiva – iniciativa da

Rosélia, do blog Espiritual-Idade



A vida vista como em constante movimento, se apresenta de forma progressivamente essencial. Dessa forma, resta-nos o crescimento, sob pena de um grande enfraquecimento que leve na desagregação, suscitando em dor e morte. Assim acontece também em nosso lado espiritual, onde depende de nós a colheita do mal e do bem.

Mas, de que maneira nós – míseros seres mortais – estamos progredindo e acertando nas escolhas? A quem temos buscado para encontrar o caminho a seguir com êxito e alegria?

Bem pouco tenho escrito neste espaço sobre minha vida, minhas alegrias e dissabores. Talvez, por estilo, ou livre escolha, quem sabe por querer me poupar da tristeza que alguns momentos são reservados a esta que jamais deixou de ser um “pequeno projeto de aprendiz de poeta”...

Será que até os poetas têm Deus em suas vidas? Ou seriam eles entes inalcançáveis aos olhos de todos sobre as asas de sua imaginação fértil – tantas vezes débil...?

Certamente, não seria eu uma poetisa. Estou inteiramente ligada à vida dos mortais com letras, linhas, amor, solidão e tantos outros sentimentos vários que espalhei por aqui!! Não sei viver sem conversar com Deus. Ele me escuta com atenção e piedade TODOS os dias. Vejo-o em minhas vestes e pés descalços. Em minha rua e cruzamentos para o trabalho. Sinto-o na lua que fotografo de minha janela, sempre que escancara seu sorriso largo e me chama toda prosa e faceira. Vejo-o sorrir quando o sol aquece-me e banha de calor tornando-me ainda mais viva, corada e feliz.

Dia desses, vi-o também pelas enormes janelas do prédio onde trabalho – ele atravessava a baía que avisto pela janela e ao chegar do lado oposto, sorria e me dizia: o lugar onde você vive foi um belo presente que lhe dei, cuide dele. Não permita que a água seque, nem a chuva transborde os ralos poucos cuidados. Cuide do verde que colori as árvores e do rosa que as flores carregam em si. Converse e grite para que os homens da lei tenham compaixão de si mesmos, pois não sei até quando poderei interceder por este vasto e lindo quintal que os coloquei.

Continuando disse: avise-os de suas responsabilidades pelas tragédias que vêm ocorrendo em todos os continentes. Eu tenho derramado lágrimas para não lhes deixar faltar água; seguro firme as paredes para que não desabem mais lares; desvio o vento para que não arraste uma nação inteira; diminuo a intensidade de vulcões, furações e maremotos para que fiquem alguns e salvem o fundo deste quintal que idealizei com tanto carinho!

Deuteronômio capítulo 20 no verso 19: “Quando sitiares uma cidade por muito tempo, pelejando contra ela para a tomar, não destruirás o seu arvoredo, metendo nele o machado, porque dele comerás; pelo que não o cortarás, pois será a árvore do campo algum homem, para que fosse sitiada por ti?”.


18 de mai de 2010

Despreendimento


Veio disposto a se dar
sem reservas, sem medos.
Inteiro quis ficar, ainda que
não compreendido,
não correspondido,
solitário.
Calou-se diante das dúvidas,
incertezas, medos.
Resguardou-se das dores já sofridas,
dos desentendimentos constantes,
dos sonhos partidos.
Aniquilou-se, por fim,
juntou suas coisas, foi embora...
Sumiu-se dentre as nuvens.
Sorriu-se de um prazer vão.

12 de mai de 2010


Em meus filmes e histórias, sempre termino feliz.
Frustro-me pela realidade
ou pelo medo de tornar meu sonho real.
Os títulos seriam dos mais variados
suspenses, dramas, aventuras, romances.
Sem ter a razão para mim,
meu desejo traduz o melhor desenho
do teu rosto num sorriso infinito.
Repreender-me antes de magoá-lo,
surpreendê-lo com toda a vida que
em mim despertas dentro do sonho
e da realidade que se animam
quando dividimos momentos tão simples.
Infelizmente, em mim resta apenas o sonho
Trajo-te com as vestes simples daquele a quem amo.
Sem rosto, não sussurras doces palavras aos meus ouvidos.
mas tê-lo em sonho, entre letras ou pensamentos,
trazem-me a paz que dão ao meu rosto um brilho
e um semblante imenso da saudade.

8 de mai de 2010

Mãeeeeeee!


Quero lhe falar tantas coisas,
dessas que transbordam em nossos corações
E ficam difíceis pra transcrever, esboçar com os lábios e gestos.

Dessa vez, desejo que minha mensagem alcance uma pequenina mulher.
Sim, ela é pequena na estatura, mas a grandeza de sua alma e coração é imensa.

Ela á a mulher de fibra que me criou, com muita honradez e trabalho, suor e lágrimas, sorrisos e dor, mas ela sorri.

É ela sorri sempre. Suas faces róseas, seus olhos azuis e tão claros que nos confundem com suas lentes já tão avançadas, mas ela sorri.

Mãe - hoje não quero escrever demais. Porque sei que você sabe decor meus textos quando vêem do coração. Leve de mim mais esse ano de carinho e junte em seu cofrinho do tempo , que sua filha TE AMA e nada mudará isso.

¸.•“♥“•.¸.•“♥“•♡ Mãe ♡•“♥“•.¸.•“♥“•.¸

Ilustrando:

Tem coisas que só uma mãe poderia ensinar.

Minha Mãe me ensinou sobre antecipação...
"espera só até seu pai chegar em casa!"

Minha mãe me ensinou sobre saber esperar...
"Calma! quando chegarmos em casa tu vai ver só"...

Minha mãe me ensinou a enfrentar os desafios...
"Olhe para mim! me responda quando eu te fizer uma pergunta!"

Minha mãe me ensinou sobre lógica...
"Se você cair dessa árvore vai quebrar o pescoço e não vai poder ir ao aniversário da sua prima".

Minha mãe me ensinou medicina...
"Para de ficar vesgo menina!
pode bater um vento e você vai ficar assim para sempre".

Minha mãe me ensinou a ser presidente...
"se você não passar de ano, você nunca terá um bom emprego".

Minha mãe me ensinou sobre como me tornar um adulto...
"se você não comer os legumes, vai ficar baixinha para sempre".

Minha mãe me ensinou sobre sexo...
"... e como você acha que você nasceu?"

Minha mãe me ensinou sobre genéticas...
"Você é igualzinho ao traste do seu pai!"

Minha mãe me ensinou sobre minhas raízes...
"ta pensando que nasceu de família rica é?"

Minha mãe me ensinou sobre a sabedoria de idade...
"Quando você tiver a minha idade, você vai entender".

Adaptação M.Nilza

Um bom domingo a todas as mães e muita paz em seus caminhos.

6 de mai de 2010


Se eu puder falar com Deus, pedirei pra te ter pra mim
Se ainda assim não conseguir, insistirei.
Se dessa forma ele não me ouvir, implorarei.
Talvez seja pouco pra ele, implorar. Ajoelho-me
Se de joelhos não merecer a misericórdia, perguntarei:

- O que preciso fazer pra que me seja permitido estar
e ter este alguém que tanto amo?

E ficarei esperando pela resposta um dia,
uma semana, mês, ano, anos e
Séculos. Para sempre.
Adaptado do texto de 28/06/2005

5 de mai de 2010

Semana do otimismo que transforma - Blogagem Coletiva




Um carregador de água na Índia levava dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de uma vara a qual ele carregava atravessada em seu pescoço.

Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim da longa jornada entre o poço e a casa do chefe; o pote rachado chegava apenas pela metade.

Foi assim por dois anos, diariamente, o carregador entregando um pote e meio de água na casa de seu chefe. Claro, o pote perfeito estava orgulhoso de suas realizações.

Porém, o pote rachado estava envergonhado de sua imperfeição, e sentindo-se miserável por ser capaz de realizar apenas a metade do que ele havia sido designado a fazer. Após perceber que por dois anos havia sido uma falha amarga, o pote falou para o homem um dia à beira do poço.
- "Estou envergonhado, e quero pedir-lhe desculpas
- "Por quê?" Perguntou o homem.- "De que você está envergonhado?"
- "Nesses dois anos eu fui capaz de entregar apenas a metade da minha carga, porque essa rachadura no meu lado faz com que a água vaze por todo o caminho da casa de seu senhor. Por causa do meu defeito, você tem que fazer todo esse trabalho, e não ganha o salário completo dos seus esforços,"disse o pote.
O homem ficou triste pela situação do velho pote, e com compaixão falou:
- "Quando retornarmos para a casa de meu senhor, quero que percebas as flores ao longo do caminho."
De fato, à medida que eles subiam a montanha, o velho pote rachado notou as flores selvagens ao lado do caminho, e isto lhe deu certo ânimo. Mas ao fim da estrada, o pote ainda se sentia mal porque tinha vazado a metade, e de novo pediu desculpas ao homem por sua falha. Disse o homem ao pote:
- "Você notou que pelo caminho só havia flores no seu lado. Eu ao conhecer o seu defeito, tirei vantagem dele. E lancei sementes de flores no seu lado do caminho, e cada dia enquanto voltávamos do poço, você as regava. Por dois anos eu pude colher estas lindas flores para ornamentar a mesa de meu senhor. Sem você ser do jeito que você é, ele não poderia ter esta beleza para dar graça à sua casa.
" Cada um de nós temos nossos próprios e únicos defeitos. Todos nós somos potes rachados. Porém, se permitirmos, o Senhor vai usar estes nossos defeitos para embelezar a mesa de seu Pai. Na grandiosa economia de Deus, nada se perde.
Participe!


“[...]A grande maioria das nossas dores é fruto dos restos de ontem ou dos medos de amanhã...
Decida como irá alimentar seus minutos, o seu trabalho, o seu descanso, e faça tudo que seja possível para que o dia de hoje seja seu, já que ele lhe foi dado tão generosamente.[...]” AD

3 de mai de 2010

A volta dos anos 60/70?


Era um dia como tantos outros. Um lindo sol apareceu, não fazia calor de suar o rosto. Mas, um sinal do céu trazia consigo o alerta de que seria um grande dia. Talvez, não para mim, nem para você – para aqueles olhinhos inquietos, que viam além do mar e horizonte. Aquelas mãozinhas suadas e frias de alguém tão misteriosamente jovem, de onde o corpinho transcrevia a mensagem que estava pronta para começar a festa.

Acreditávamos que não houvesse mais tal fenômeno, aquele que somente os meninos dos Beatles, Elvis, Menudos e outros que fizeram fãs gritarem até a afonia. Chorarem copiosamente como se estivessem em seus braços. E as transformassem em cinderelas dos lindos contos. Enganamo-nos. Elas são bem mais jovens que as fãs daquela época, afinal os “tempos” mudaram. Hoje, tudo é precocemente vivido com uma enorme pressa dos computadores e o imediatismo das buscas no Google.
Carol (minha netinha querida a esquerda) e sua amiguinha Yasmim

Incrédula com o que via e percebia, eu – mísera mortal diante daquelas cenas que começaram sem que eu percebesse dias atrás, quando da compra dos ingressos eu ouvia: obrigada, eu te amo vai ser o melhor dia da minha vida! E acho que se não foi “O” foi um dos melhores. Tinha de ser com aquela amiguinha-parceira e cúmplice mor de tantos gritinhos e suspiros – que eu jamais senti. Inveja?...

Ambas dividiam seu segredo sem preocupação de escondê-lo. Afinal, seria crime, gostar de um ídolo daquela maneira tão pouco presente em minha vida nos últimos anos? Não. Era um sentimento afagado pela ausência de motivos para sorrir. Numa pré-adolescência que carrega consigo o excesso de consumismo e virtualidade em suas vidas.

Era uma vez um ídolo. Desses que adentram nossas casas e sequer pedem licença. Chegam fazendo barulho com suas vozes estridentes, com traduções cheias de estrangeirismos e sotaques intrinsecamente contidos.
“Isa TKM (Te Quiero Mucho) é uma telenovela produzida pela Nickelodeon Latin America em parceria com a Sony Entertainment Television e criada por Mariela Romero. A Série estreou em toda América Latina exceto o Brasil no dia 29 de setembro de 2008 e no Brasil no dia 6 de Abril de 2009. A Série protagoniza Isabella Pasquali (María Gabriela de Faría), uma adolescente, que enfrenta seu primeiro amor, primeiro beijo, e por sua vez, descobrir quem são seus pais verdadeiros e viver a vida à sua maneira.”In: Wikipédia a enciclopédia livre



Fui testemunha desse sentimento, das lágrimas inocentes que somente a elas pertencem. Estou feliz por assinar embaixo desse dia em suas vidas.

Um linda semana para todos.

1 de mai de 2010

Um dia Sonoro

Letra linda, arranjo perfeito nessa música interpretada por Maria Gadú
Espero que gostem. O vídeo está ao lado.

Certo Não – Maria Gadú

A menina chegou me olhou bem assim
Disse que não da não e me deixou partir
Para onde o amor não pudesse me ver
Só que o meu coração não aceitou esse não e se pôs a sofrer
E que o meu coração não aceitou esse não...

E o medo de toda certeza que chamam de amor
É cedo não quero dizer que foi tarde demais
Vendo os olhos e assim triste, infeliz, incapaz
A vida ficou por ali me olhando por trás
A vida ficou por ali...

Se eu sei dessa dor, ela sabe de mim
Não viveu o amor que eu trago aqui
Se qualquer medo e dor que hoje possa me ter
Se transforma em calor mata o frio do teu peito e me faz viver
Se transforma em calor mata o frio do teu peito e me faz...

E o medo de toda certeza que chamam de amor
É cedo não quero dizer que foi tarde demais
Vendo os olhos e assim triste, infeliz, incapaz
A vida ficou por ali me olhando por trás
A vida ficou por ali...

Eu queria o amor bem assim, logo aqui
Ela não quis e assim fez de nós - infeliz
Quis viver noutro tempo que eu nem sei se virá
Eu me pego a cachaça, desgraça de amor que me põe a chorar
Eu me pego a desgraça, cachaça de amor...

E o medo de toda certeza que chamam de amor
É cedo não quero dizer que foi tarde demais
Vendo os olhos e assim triste, infeliz, incapaz
A vida ficou por ali me olhando por trás
A vida ficou por ali me olhando...

Me olhando por trás
A vida ficou por ali...


Bom domingo a todos