22 de mai de 2011



Eu te vi por aí.
Encontrei teus olhos.
Senti tua respiração.
Ouvi tua voz que me soou tão doce.
Num momento meio perdido
Eu estava naquele lugar.
A desesperança cegava-me os olhos
Que me sobressaiam aos sentimentos.


Tua forma carinhosa e elegante de ser
Encantou o ar e num despertar

Notei tua presença leve e segura.
Assim, meus dias têm sido preenchidos:
De belas formas, de carinho, atenção.
Experimentei uma nova sensação,
por mim desconhecida.
Um querer claro, de cores menos fortes,
Mas, verdadeiras e sem compromissos.
Um querer que me faz tão bem,
Um querer que me cura de loucuras,
De atitudes passionais, de entender o amor
Inocente, maduro e puro
que não transpõe montanhas,
mas, é capaz de crescer em cada palavra
formada por sílabas tão bem cultivadas.

10 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Tão bom quando encontramos alguém assim, né? LIndo poema. Desejo linda semana. Beijos

angela disse...

Um amor construído aos poucos e com delicadeza.
beijos

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Maria Nilza
Entender o amor...
Ah!! Se pudéssemos ao menos compreendê-lo!!!
Bjs de paz e uma nova semana iluminada.

SAM disse...

Querida amiga,

É para ler com a alma toda esta beleza de sentimentos expostos de forma poética lindamente!

Beijos com carinho e linda semana.

Smareis disse...

Seu poema é lindo. O amor faz nosso coração mover todos os sentimento, e faz sair palavras linda que faz formar belos poemas. Parabéns!
Querida deixo um beijo e desejo de um ótimo começo de semana. Abraço!

angela disse...

Deixando um beijinho

Nilson Barcelli disse...

Um amor reslista... são os que duram mais...
Belo poema, querida amiga.
Gostei imenso das tuas palavras.
Beijos.

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
orvalho do ceu disse...

Olá,
Venho convidar-lhe para o meu post do dia 15 onde participamos um número considerável na BCFV em que debateremos a JUVENTUDE...
Participe vc também!!!
Seja sempre muito bem vindo(a)!!!
Bjs de paz
http://espiritual-idade.blogspot.com/

Nilson Barcelli disse...

Minha querida amiga Nilza, como já li e comentei o teu magnífico poema, que agora reli, desejo-te "apenas" um bom Domingo e uma boa semana.
Beijos.