24 de fev de 2009

Recordações boas e más

ume.chan

A tristeza sentiu-se ferida
Enfraqueceu-se diante do prazer e amor que sentia
As lágrimas secaram nas lembranças da noite
Repleta de estrelas que piscavam
Em compasso com os corações sedentos

A mente fez clarear o dia
O tal coração desfigurado e atropelado
Denunciava a aparência fria que penetrava
Era a tristeza que voltava e sem memória.
Largou-se nos braços da ilusão.


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Para todos os que pensam que o amor se consegue pela força
Para todos os que pensam que um amor se pode prender
Para os que não entendem que Amar, é ter sem possuir
Para os que não entendem que Amar é dar mais que receber
Para os que pensam que Amar, é sofrer
Para os que teimam em não Amar.







A todos eles, o meu Amor.

Pois sem Amor, não serei feliz.
Pois se não for feliz, não terei prazer
Se não tiver prazer, não saberei viver
E se não souber viver, estarei a morrer.

Amarei até o fim dos meus dias
Amarei, mesmo que não seja amado.
Amarei, mesmo que não mereça.
Amarei, mesmo que magoado

Pois se o amor me guiar
O meu coração nunca estará vazio
E as forças nunca me faltarão
E terei destreza de procurar
e ver, o que não via até então

O meu Amor, é meu, eu sei,
é meu, mas é para dar
a quem o quiser receber

E o meu amor, não é uma ilusão...
Chamem-lhe antes... um sonho.

Aqui tens...

VitorHugo

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Investigadores descobrem ser possível esquecer más recordações

O cérebro humano é dotado com um mecanismo que permite apagar voluntariamente as recordações traumatizantes, segundo estudos hoje publicados nos Estados Unidos, que podem conduzir a novos tratamentos contra a depressão e a ansiedade.

"Neste estudo, demonstrámos que os indivíduos têm a capacidade de aprender a eliminar selectivamente as más recordações da sua memória", explicou Brendan Depue, um dos co-autores desta investigação que surge na revista americana Science de hoje.

"Pensamos ter descoberto os mecanismos neuronais deste fenómeno e esperamos que esta descoberta resulte em novas terapêuticas e novos medicamentos que permitam tratar um certo conjunto de perturbações emocionais", acrescentou. Este investigador em neurociência, da Universidade do Colorado, citou a este propósito as fobias, os comportamentos obsessivos e os estados de stress provocados por uma experiência traumatizante.

In: Ciência Hoje, 2007.

8 comentários:

Pena disse...

Estimada Amiga:
Uma bela reflexão.
Faz pensar...
Escreve de forma admirável.
A sua dissertação traduz um "sentir" delicioso só seu. Sua pertença.
Beijinhos de amizade, respeito e estima.
Gostei do Post. É sensível ao tema em questão.
Com cordialidade...

pena

Pena disse...

Estimada Amiga:
Uma bela reflexão.
Faz pensar...
Escreve de forma admirável.
A sua dissertação traduz um "sentir" delicioso só seu. Sua pertença.
Beijinhos de amizade, respeito e estima.
Gostei do Post. É sensível ao tema em questão.
Com cordialidade...

pena

Zé Carlos disse...

Nilza querida, eu posso falar pois te conheço há tantos anos... No seu perfil existe um trecho das Florbela que diz: Sou aquela que passa e ninguém vê...eu posso lhe garantir que não se encaixa no SEU perfil... O mundo vê vc passar menina querida, vc tem a marca registrada da '
excelência'.
Beijão do seu fã nº zero... ZC

Solange Maia disse...

Belos textos...
Muito interessante o último deste post, que fala sobre a capacidade de apagar memórias não confortáveis, é a mais pura verdade, e pouco se sabe a respeito. Gostei. Concordo.

Enfim, blog bacana que conheci ao acaso. Fiquei feliz !
Parabéns !

Quando puder visite meu blog também :

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Beijo,
Solange Maia

Avassaladora disse...

Que lindo tudo aqui!
Obrigada por sua visita... Adorei!
Estarei sempre por aqui...

Beijos e carinhos

Nilson Barcelli disse...

Vi que tem o meu link e foi por isso que vim aqui.
Logo que possa, retribuirei.
O seu blogue é recente, mas tenho ideia de uma Nilza que me visitava em tempos... não faço ideia se é a mesma pessoa ou não.
Em qualquer caso, gostei do seu blogue e do que vc escreve. Fiquei encantado.
Beijos.

Nilson Barcelli disse...

Vi que tem o meu link e foi por isso que vim aqui.
Logo que possa, retribuirei.
O seu blogue é recente, mas tenho ideia de uma Nilza que me visitava em tempos... não faço ideia se é a mesma pessoa ou não.
Em qualquer caso, gostei do seu blogue e do que vc escreve. Fiquei encantado.
Beijos.

Carla Silva e Cunha disse...

ola
passei por aqui para desejar bom fim de semana
beijinhos