9 de abr de 2010

Em mim , por mim


Perto de mim, o verde, o sorriso
Dentro de mim, o tudo que penso.
Nas atitudes, minhas esperanças
Nos debates, os meus vazios
Nos encontros, a minha solidão
Na corrida, o meu dia-a-dia
No canto, a minha alegria

Enriqueço meu caminho com fé
Atravesso os espinhos em desespero
Entre montanha, vale e maré
Nem suspeito do meu paraíso

Quero ser livre e cantar
as letras que não saem de mim,
as canções que não componho
Numa liberdade irrestrita, assim.

10 comentários:

Myrella Andrade disse...

"Nem suspeito do meu paraíso"
É bom se deixar levar as vezes né?!
Tenho medo de me perder,mas é bom...
beijos *;

Ausência Instável disse...

Devemos ser sempre assim,
Por nós mesmo, e sem fim.
Quando se determinamos, e buscamos acreditar na nossa capacidade, encontramos o paraiso.

Beeeeijos;

angela disse...

Viver, viver e cantar
Lindo poema
beijos

Sandra disse...

Ola!
Como é bom rever os amigos e matar a saudade..
Não há nada que pague este momento..
Hoje sai para visitar os meus amigos. Estou com muita saudades.
Só terei os finais de semana para fazer isso. Mas prometo sempre estar por aqui..Peço desculpa pela minha ausencia. Mas, mas muitas vezes precisamos nos afastar em função do trabalho. Falta o tempo. ele voa..Não espera. Mas, você que mora no meu coração, será sempre lembrado...
Amo vc. Amo a sua companhia.
Meus blogs amam a sua presença. Fico muito feliz por que vem.. Deixa sempre comigo, o seu amor e carinho Planta flores e semeia carinho.
Muito obrigada. VERDADEIROS AMIGOS..CONQUISTAMOS..AMAMOS..LEMBRAMOS E SENTIMOS SAUDADES!!!
Carinhosamente,
Sandra

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Olhe para dentro de si,M.Nilza. E verá o belo paraíso em seu peito. Beijos e ótimo final de semana

A.S. disse...

Nilza,

Só o amor é a liberdade suprema!

AMA...!!!


BeijOOO
AL

Pena disse...

Linda Poetiza de sonho:
"...Quero ser livre e cantar
as letras que não saem de mim,
as canções que não componho
Numa liberdade irrestrita, assim..."

VOCÊ encanta. Delicia. Arrebata com tanta pureza, beleza e ternura.
Bem-Haja, excelente amiga num poema extraordinário de beleza.
Adorei.
Beijinhos mil à sua sensibilidade alucinante e preciosa de brilhante poetiza.
Sempre a respeitá-la e a admirá-la

pena

Linda...!
Fantástico. Adorei.

Jaqueline Sales disse...

Cada vez que venho aqui me deparo com uma Nilza com novos e poderosos olhares frente ao mundo. Bacana isso, menina!

Beijoooooooossssssssssssss

Olavo disse...

Enriqueço meu caminho com fé
Atravesso os espinhos em desespero
Entre montanha, vale e maré
Nem suspeito do meu paraíso
Ô perfeição.

Bom final de semana

Bjs

Daniel Savio disse...

Amor geralmente faz isto...

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.