18 de ago de 2009

Continuarei




Eu te amo em todos os versos
Quando acordo, antes de me perceber
para ver o sol nascer.
Este mesmo sol que é símbolo
Dessa esperança que não esmorece.

Eu te amo ainda que o sol não apareça
e ter a leve impressão
de que não nascerá mais, pois fora tomado
pelas chuvas de pensamentos tristes e vãos.

Eu te amo em todos os lugares.
na rua, na cama ou longe dela.
Continuarei te amando
Mesmo na tristeza de tua ausência.

Eu te amo no fundo da dor
Na alegria do beijo molhado
Nas marolas do mar que vem e vão.
Continuarei a te amar ainda que tudo diga
Não.



8 comentários:

Ava disse...

Amiga, que linda declaração de amor...

Algo que transcede o físico...
O amor é assim, capaz de nos transmutar, nos virar dso avesso, de ponta cabeça...


E ainda somos capazes de fazer poesia...rs


Beijos em seu coração!

Daniel Savio disse...

O amor é a luz interior, então ele nos guia até o nosso amado...

Belo texto menina.

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.

Jana Banana disse...

Que lindo!
Mil beijos pra vc.

angela disse...

M. Nilza
O amor....ah o amor...fazer o que? só resta amar.
Lindo poema, expressivo e criativo.
beijo

Menina do Rio disse...

Nossa! Fiquei sem palavras, diante da intensidade desse amor! Lindo, simplesmente...

Beijinhos minha amiga

. fina flor . disse...

é, isso! quem ama de verdade não espera retribuição

beijos, flor

MM.

Angela Guedes disse...

Oi Nilza!!!
Linda, linda declaração...
Suas palavras são muito gentis, fico feliz, obrigada!!!
Agradeço também pela visita, volte sempre!!!
Beijinhos
Ângela

A.S. disse...

Nilza...

Belo poema... linda declaração de amor!!!


Beijos...