1 de fev de 2010

Momentos


Apenas um beijo, onde não importava.
Mas, um beijo.
Depois tuas mãos me segurando
Mãos suadas.
Nada mais importava só o momento
tão aguardado e a ansiedade
que tomara conta de todo meu ser
Meus anseios gemiam dentro do peito
A saudade gritava em meus ouvidos
e eu me perdia de amor,
Aquecia-me de paixão
Enchia e inquietava este pobre coração
Que nada mais sabe fazer
Apenas ouvir minha voz
Rouca vencida pelos tons de desejos
A espera da resposta de teu corpo
Que se aproxima em qualquer esquina
Do caminho que me eleva aos céus!

10 comentários:

MaxReinert disse...

hummmmmm..... hot.. hot... hot!

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindissimo poema de desejo e sedução.
adorei

beijinhos
Sonhadora

Uma Mulher de Fases disse...

Lindo, muito lindo o texto, bem envolvente!
Beijos

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Envolvente, sedutor, romântico. Muito belo seu poema. Parabéns.Beijos

Bruna Landim disse...

Opa! Está aí exatamente um tipo de poesia que eu gosto. Parabéns!

Um abraço.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

A paixão e seus meandros sedutores nos faz sentir VIVAS!

Beijo, moça

Fátima disse...

Esse caminho traçado com tanta lucidez, só pode chegar mesmo aos céus!!!!

Gostei muito.

Agradeço a visita carinhosa.

Lindo dia.
Beijos

Sandra disse...

Ola amiga!

Desculpe, a demora para retribuir o meu carinho, mas as vezes, não conseguimos vim, como planejamos. Mas acredito que o importante é estarmos presente.

As amizades verdadeiras, são como árvores, com raizes profundas.
"Um sorriso é a distância mais curta entre duas pessoas".
Por isso venho trazer o meu sorriso, o meu carinho e a minha amizade, mais sincera.
Pois nos tornamos, amigos por este meio tão virtual, mas tão caloroso, pelos recadinhos que são deixados.
Muito obrigado pelas suas doces visitas em todos os meus blogs.
Fico sempre muito feliz com a sua presença.
Um grande abraço.
Sandra

Daniel Savio disse...

Volupia de uma amante para o amor sempre é bom =P

Se cuida pessoa, sério...

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.

Ana Maria disse...

Hummmmm... que belo!
Bem envolvente!
Adoro seus poemas!
Beijinhos no seu coração!