3 de mar de 2009

Escutatória

By Zé Carlos


**Rubem Alves

Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória.

Todo mundo quer aprender a falar... Ninguém quer aprender a ouvir.

Pensei em oferecer um curso de escutatória, mas acho que ninguém vai se matricular.

Escutar é complicado e sutil.

Diz Alberto Caeiro que : "Não é bastante não ser cego para ver as árvores e as flores.
É preciso também não ter filosofia nenhuma."

Filosofia é um monte de idéias, dentro da cabeça, sobre como são as coisas.

Para se ver, é preciso que a cabeça esteja vazia.

Parafraseio o Alberto Caeiro:

Não é bastante ter ouvidos para ouvir o que é dito.
É preciso também que haja silêncio dentro da alma.

Daí a dificuldade:

A gente não agüenta ouvir o que o outro diz sem logo dar um palpite melhor...

Sem misturar o que ele diz com aquilo que a gente tem a dizer.

Como se aquilo que ele diz não fosse digno de descansada consideração...

E precisasse ser complementado por aquilo que a gente tem a dizer, que é muito melhor.

Nossa incapacidade de ouvir é a manifestação mais constante e sutil de nossa arrogância e vaidade.

No fundo, somos os mais bonitos...

Tenho um velho amigo, Jovelino, que se mudou para os Estados Unidos estimulado pela revolução de 64.

Contou-me de sua experiência com os índios: Reunidos os participantes, ninguém fala.

Há um longo, longo silêncio.

Vejam a semelhança...

Os pianistas, por exemplo, antes de iniciar o concerto, diante do piano, ficam assentados em silêncio...

Abrindo vazios de silêncio... Expulsando todas as idéias estranhas.

Todos em silêncio, à espera do pensamento essencial. Aí, de repente, alguém fala.

Curto. Todos ouvem. Terminada a fala, novo silêncio.

Falar logo em seguida seria um grande desrespeito, pois o outro falou os seus pensamentos...

Pensamentos que ele julgava essenciais.

São-me estranhos. É preciso tempo para entender o que o outro falou.

Se eu falar logo a seguir... São duas as possibilidades.

Primeira: Fiquei em silêncio só por delicadeza.

Na verdade, não ouvi o que você falou.

Enquanto você falava, eu pensava nas coisas que iria falar quando você terminasse sua (tola) fala.

Falo como se você não tivesse falado.

Segunda: Ouvi o que você falou. Mas, isso que você falou como novidade eu já pensei há muito tempo.

É coisa velha para mim. Tanto que nem preciso pensar sobre o que você falou.

Em ambos os casos, estou chamando o outro de tolo. O que é pior que uma bofetada.

O longo silêncio quer dizer: Estou ponderando cuidadosamente tudo aquilo que você falou.

E, assim vai a reunião.

Não basta o silêncio de fora. É preciso silêncio dentro. Ausência de pensamentos.

E aí, quando se faz o silêncio dentro, a gente começa a ouvir coisas que não ouvia.

Eu comecei a ouvir.

Fernando Pessoa conhecia a experiência...

E, se referia a algo que se ouve nos interstícios das palavras...

No lugar onde não há palavras.
A música acontece no silêncio. A alma é uma catedral submersa.


No fundo do mar - quem faz mergulho sabe - a boca fica fechada. Somos todos olhos e ouvidos.

Aí, livres dos ruídos do falatório e dos saberes da filosofia, ouvimos a melodia que não havia...

Que de tão linda nos faz chorar.

Para mim, Deus é isto: A beleza que se ouve no silêncio.

Daí a importância de saber ouvir os outros: A beleza mora lá também.

Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto.


Texto ricamente recebido do meu amigo

E eu jamais poderia deixar de dividir com vocês aqui por inúmeras razões, dentre elas a de que uma das mais lindas citações - em minha opinião - é esta de Fernando Pessoa por Caeiro, a segunda por me encontrar num momento imensamente introspectivo, cujo foco principal se encontra em OUVIR.

Sim, a mediação que hoje exerço em meu trabalho tem como princípio ouvir para entender o porque de as pessoas não se entenderem. E como isso fica claro...!!! Elas (Nós) não se educaram nessa Arte Escutatória como disse tão bem o nosso autor Rubem Alves.

A tristeza dos versos anteriores, se revertem em alegrias quando me lembro desse belíssimo trabalho que hoje exerço.

Boa semana!

11 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Que lindo isso.
Eu participaria sim, principalmente para ouvir a minha voz interior.
Bj

Pena disse...

Escutar é precioso. Delicioso.
É raro nas pessoas, sei isso, mas mais importantes são: "sentir-se", ouvir-se" e "ser-se"...
Delicioso, ao que dá vida. Um silêncio mágico descrito com pureza e beleza de si.
"Escutá-la-ei" SEMPRE!
Majestoso de encantar... numa preciosa pessoa fantástica...
Beijinhos amigos de respeito e gigntesca estima.
Bem-Haja por existir.
Com admiração e fascinado pela sua eloquente e soberba escrita de ouro...linda...

pena

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga Nilza, adorei o seu post.
Saber ouvir é das coisas mais gratificantes que há. Infelizmente há muita gente que só se ouve a si própria...
A propósito do saber, neste caso olhar, que tb é um saber parecido, escrevi:

"Saber olhar
sem mais nada fazer,
é uma arte indispensável,
porque não pensar enquanto te olho
é saber encher a minha alma de ti."

Bom resto de semana, beijo.

Jana disse...

É eu acho que preciso desse curso tb!

beijos

Julio Cesar Corrêa disse...

Um dos meus últimos posts foi justamente sobre isso, o falta de talento das pessoas atualmente para essa arte que é escutar.
ótima semana

Olavo disse...

Obrigado pela visita e comentario no blog..
Seu blog é muito bom..muito bom mesmo..
Vou voltar amanha e ler com calma..
Otimo final de semana
Bjs

Alma Nua disse...

...se não aprendemos a nos
ouvir antes de tudo.
como ouvir o outro?

há que se ter muitas lições
para que atinjamos esta
luz que resplandecia
em Fernando Pessoa.

e Ruben Alves...
dizer o que?

um bj, linda!

Avassaladora disse...

Oi Amiga, obrigada pelo carinho.
Obrigada pela visita!

Sobre a Blogagem coletiva, vc precisa contactar a Ester, do Blof Esterença.
Tem comentário dela la na mesma postagem que vc comentou, "Avassaladora". Eu sei não colocar o link aqui..rsrsrs
Vá lá e clique no nome e vc sai no blog dela...rsrsr
Ai vc consegui todas as informações.


Beijos e carinhos!

Ana Lu disse...

Saber ouvir é uma grande virtude.. Aos outros, e a si mesmo.
Beijoss

Ana Lu disse...

Ahh, obrigada pelo link! Já to indo linkar o seu viu?
Bjaoo

€ster disse...

Olá amiga,

Seu blog já está inscrito na lista da blagagem,

bem vinda e obrigada!