14 de jun de 2009

Assim, te quero

Faz-me pensar em ti,
Como pouco pensei em outro
Conheço-te?
Por mais que eu tente,
nada sei.

Quantas vezes eu quis me chegar a ti,
Saber de teus anseios e ilusões
Procurei tua alma,
as razões do teu olhar perdido
Em vão. És sempre intangível
como a madrugada,



Imenso como o céu translúcido,
Cintilante como a estrela à noite
Imponente como o sol que reluz no mar.
Permaneces indecifrável e tão amável.
Tens a mesma claridade,
que
ilumina e envolve os mistérios
que nela se funde
E nesse enigma que te vejo
Ainda sem saber de ti
te quero.


8 comentários:

Jana Banana disse...

Foi vc quem fez?? Perfeito, o melhor.
Sou eu, assim, nesse sentimento pra sempre.
O mais real até hoje.

Obrigada,
Jana

Bjs e sds

Jana Banana disse...

Me manda por e-mail

Ernani Netto disse...

Um querer intenso desse nos inspira a querer mais também!

Bjaum

Adolfo Payés disse...

que lindo es leerte siempre..

Un abrazo
Saludos fraternos con mucho cariño

Besos.

Que tengas una semana muy bella

Paty disse...

A gente ama, e pensa que conhece, mas há sempre um mistério a ser desvendado, mesmo com anos de convivência...
Boa semana!

Olavo disse...

Faz-me pensar em ti,
Como pouco pensei em outro...
Adoro isso.
Beijos

. fina flor . disse...

sempre queremos o que não sabemos, não? rs*

quanto menos sabemos dos outros, mais os queremos, rsrs*

beijos, flor

MM.

Natasha Dias disse...

Lindooo D+...
Tenha uma exelente semana