5 de jun de 2009

Poema de purificação ao Dia do Meio Ambiente

Humor com responsabilidade.

Poema da purificação

Depois de tantos combates
o anjo bom matou o anjo mau
e jogou seu corpo no rio.

As água ficaram tintas
de um sangue que não descorava
e os peixes todos morreram.

Mas uma luz que ninguém soube
dizer de onde tinha vindo
apareceu para clarear o mundo,
e outro anjo pensou a ferida
do anjo batalhador.

Carlos Drummond de Andrade

7 comentários:

Ernani Netto disse...

Que tenhamos todos mais consciência e cuidemos melhor do mundo!

Bjaum

Ric disse...

O anjo bom sujou o rio!!
Talvez não fosse tão bom assim...

Beijos!

Ana Lu disse...

Aii, que lindo Nilza! Vc sempre arrasa com seus poemas!
Bjoss!

Luma disse...

Todo anjo é bom e é estranho dizer "corpo", pois anjos são seres espirituais. Entendi, entendi! É a luta do bem X mal. Mas e o terceiro anjo "batalhador" - seria do bem ou do mal? (rs*) Bom fim de semana!

citadinokane disse...

Nilza,
Só podia ser Drummond, existe anjo bom?
Existindo e se conheceres manda pra cá, de preferência uma anja, ahahaha... Ok?!
beijos,
Pedro

Lu disse...

Olá!
Anjos, poemas, Drumond, natureza... bem-vindos sempre!!! Felicidades!!!

Lu disse...

Olá!
Anjos, poemas, Drumond, natureza... bem-vindos sempre!!! Felicidades!!!