20 de jun de 2009


Do tempo apenas memórias
Que passam escritas num eco
Por onde correm os ventos

Do tempo somente à volta
Renascida pelas folhas secas
Amarelecidas por ele – o tempo
Que passa...

Do tempo perde-se tudo
No infinito que o vento leva
Que passam pelas memórias.

Do tempo gravou-se nas paredes
Sujas e envelhecidas
marcas.
Vital do mesmo tempo.
Do tempo que vem e passa.


14 comentários:

Adolfo Payés disse...

Es hermoso leerte siempre. tus poemas son bellisimos

Que tengas un bello fin de semana

Un abrazo

Saludos fraternos
Besos

Natasha Dias disse...

Bom dia,
O tempo e sua grandiosidade!
Muito lindo..
Desejo a vc um fim de semana abençoado!

Menina do Rio disse...

O tempo sempre a passar e as marcas vão ficando nas paredes da memória.
As vezes o vento dá uma remexida nas velhas e secas folhas dentro de nós, espalhando tudo...

Beijo pra ti, minha linda

Boa semana!

Anônimo disse...

Oi amiga, obrigada por sua visita!
Que bom receber um elogio seu, obrigada!
Bjão da Gena

Adolfo Payés disse...

▒▒▒▒▒█▓▒▒▓█▓▓▓▓▓▓▓█▓▒▒▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓█▓▓▓▓▓▓█▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓██▓▓▓▓▓██▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒█▓█▒▒▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒███▒▒▓▒▒▓▓█
▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒▒█▒▒▒▓▒▒▓▓█
▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓███▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒█▓▓▓█▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓█▓▓▓█
▒▒██▓▓▓█▓▒▒▒██▒██▒▒▒▓█▓▓▓██
▒█▓▓▓▓█▓▓▒▒█▓▓█▓▓█▒▒▓▓█▓▓▓▓█
█▓██▓▓█▓▒▒▒█▓▓▓▓▓█▒▒▒▓█▓▓██▓█
█▓▓▓▓█▓▓▒▒▒▒█▓▓▓█▒▒▒▒▓▓█▓▓▓▓█
▒█▓▓▓█▓▓▒▒▒▒▒█▓█▒▒▒▒▒▓▓█▓▓▓█
▒▒████▓▓▒▒▒▒▒▒█▒▒▒▒▒▒▓▓████
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓█▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒████▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓████
▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓█▒█▓▓▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒████████▒▒▒████████
Pasa este osito a las personas qe quieres muchisimo y no quieres que cambien nunca. (espero recibir el osito).
Si recibes entre 2-4 ositos te quieren
Si recibes entre 4-8 ositos te quieren mucho
Si recibes entre 8-10 ositos te quieren muchiiiisimo
Espero qe yo sea una de ellas!!

Besos

Jana Banana disse...

Nada como o tempo, acredito que ele amenize as dores e saudades,mas não apaga quem se ama.

Márcia(clarinha) disse...

Senhor Tempo..absoluto em sua sabedoria curadora.

lindo dia flor
beijos

Avassaladora disse...

Oi amiga!

Podemos perder tudo no tempo...

Mas não podemos perder os amigos...

Que poema lindo, moça!

Bela inspiração!

Lindo dia pra voce!

Beijos e carinhos!

Julio Cesar Corrêa disse...

Engraçado, esse seu lindo poema me lembrou duas frases ditas por pessoas diferentes, mas que têm muito a ver com o tempo:
"Às vezes, Deus age tão rápido." - Blanche Dubois, personagem do clássico Um Bonde Chamado Desejo.
"

Julio Cesar Corrêa disse...

E enviei sem o resto:
personagem do clássico Um Bonde Chamado Desejo.
A outra é "Algumas vezes o destino é tão apressado.", de Virgínia Brandão, do meu livro A Arte de Odiar.
bj e um ótimo restinho de semana pra ti
PS: vc que é alimentada pela poesia, gostaria que vc desse uma olhada no meu anti-penúltimo post, "Desconstruindo Nova Iorque", é o mais perto que cheguei da poesia em imagens. Infelizmente eu tirei a trilha sonora.

Zé Carlos disse...

Olá minha amiga linda.... Estou meio fora de órbita atualmente pois a Net aqui na roça está de matar!!!!
Tem um poema no Almas Douradas que acho que vc vai gostar.
Beijão do seu maior fã, Zé

Luma disse...

Ah, o tempo!! Nem me fale!! tempo passado que parece distante e ao mesmo tempo próximo quando revivemos com intensidade e saudade um momento querido. O tempo presente que não espera e o tempo futuro que tal qual o tempo passado, parece distante e ao mesmo tempo tão próximo. Não sei quem inventou o senhor tempo, mas com certeza foi para nos escravizar! (rs*) Beijus

O Profeta disse...

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante

Um beijo na tua procura
Um abraço fica suspenso
Um sorriso desponta da tristeza
Um olhar prende o momento


Boa semana


Doce beijo

Julio Cesar Corrêa disse...

Passei para lhe desejar um ótimo final de semana
bj