28 de nov de 2009

Brasil brasileiro


1931


É impossível levar o pobre à prosperidade
através de legislações que punem os ricos
pela prosperidade.
Para cada pessoa que recebe sem trabalhar,
outra pessoa deve trabalhar sem receber.
O governo não pode dar para alguém aquilo

que não tira de outro alguém.
Quando metade da população entende a idéia

de que não precisa trabalhar,
pois a outra metade da população irá sustentá-la,
e quando esta outra metade entende
que não vale mais a pena trabalhar
para sustentar a primeira metade,
assim chegamos ao começo do fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.
© Adrian Rogers, escreveu em 1931
Recebi por e-mail do José Carlos meu amigo do blog a Casa do Zé


O porquê da postagem?


Sou uma pessoa que evito emitir muitas opiniões aqui neste espaço, pois me consideram uma pessoal extremamente polêmica. Porém, esta colocação chegou tão perto do que penso e acredito, que resolvi postar sobre o Brasil - esse nosso Brasil verde e amarelo, cheio de graça e moças bonitas, bolas nos pés dos melhores jogadores do mundo, que enchem o Maracanã nas tardes de domingo e outros dias também, este Brasil que vive num mundo de faz de conta, pensando ser hospitaleiro, quando na verdade abre os braços para o CAOS. Um Brasil que já espera por jogos de União e se prepara de novo de BRAÇOS ABERTOS para receber pessoas que tentam "até" ficar por aqui ( boxeadores cubanos no PAN-AMERICANO de 2007); Um país que valoriza tanto o internacional que se dá ao luxo de enviar NOSSOS melhores produtos via exportação, deixando-nos as sobras. Afinal, somos bonzinhos e da PAZ!!


É este o Brasil que fala em distribuição de riquezas - que são nossos SALÁRIOS achatados em prol de uma tentativa de fazer valer a ideia de que estamos num modelo de melhor distribuição e que esta seja para baixo. Meu salário sequer me deixou rica, muito menos pode ser orgulho de divisão para os menos favorecidos.


Intocáveis estão as chamadas GRANDES FORTUNAS, pois que inalcansáveis são seus donos. Impostos? Vejo-os todos os meses em meu contra-cheque ou "contra-choque" como dizemos - celebramos tê-los, ainda que metade fique para o fisco e somos obrigados a ler que a PREVIDÊNCIA ESTÁ FALIDA...

AVANTE BRASIL!

Vamos embora brasileiros, quem sabe faz a hora!!!

O que aconteceu conosco?

Será que bebemos xilocaína e adormecemos? Ou será que nos convém sentar e assistir a Banda de Chico Buarque passar?



11 comentários:

Zé Carlos disse...

Grande menina MNilza, adoro vc por N motivos mas entre outros vc é uma garota muito inteligente que capta no ar o espírito das coisas e se revolta. Infelizmente o brasileiro perdeu sua capacidade de indignação, deixa simplesmente a água correr, até o dia em que a sentir batendo na sua garganta !!!

Lindo final de semana, bjs do ZC

M. Nilza disse...

Amigo Zé,

Eu não sou inteligente além dos demais, é que sofro na pele e por essas e outras que está sem flor..rs

Beijos meu lindo

angela disse...

M. Nilza
Quando se fala com o coração não tem erro, tem divergencia.
Muito bem ponderado o texto.
beijos

Olavo disse...

È um belo texto...
que diz a nossa atualidade crua..
Se não acordarmos logo...ficara bem pior.
Bom final de semana
Beijos

Daniel Savio disse...

Brasil, viva anestisiado com a realidade que está atualmente, ou tente mudar na próxima eleição...

Fique com Deus, menina m. Nilza.
Um abraço.

Zé Carlos disse...

Minha menina querida, fiquei triste com seu comentário de agora no Blog, se você, garota, querida como é por todos está desesperançada, o que restará para nós pobres pecadores?
Saiba que sempre teve e continuará tendo aqui aquele amigo de sempre viu?
Beijão garota, ZC

M. Nilza disse...

Amigo Zé!!

Quem sabe seja apenas coisa de momento?

Beijos pelo carinho de sempre

Sereia disse...

Boa tarde minha querida...
Muito obrigado pela sua visita.
Um beijo grande e um lindo domingo

Menina Robô disse...

Linda, a pergunta é minha... rs
Espero que vc possa assistir um dia.

Beijos e uma semana abençoada!

Niny

Tyna disse...

Querida... É verdade odne está nosso orgulho? Que vergonha é esse país! E nós somos quem o fazemos!

Beijos querida e fiquei feliz com sua visita em meu canto, seja sempre benvinda!

angel disse...

Indignação é a palavra. Também evito postar temas polêmicos mas às vezes não dá. Alguns dias me vem uma revolta tão grande por saber que quanto mais o governo consegue manobrar os desvalidos por bolsas isso ou aquilo, mais o Brasil será comandado por pessoas interesseiras e a situação não mudará. Quem sustenta na verdade o Brasil são aqueles que trabalham duro e recebem um parco salário. Os muito ricos aplicam seu dinheiro fora do país e juntam empresas para obter monopólio e assim ter mais e mais poder nas mãos, os políticos não precisam trabalhar e vivem em férias com dinheiro que vem a rodo através dos impostos, os muito pobres não trabalham porque não têm qualificação mas muitos vivem mesmo é do auxílio que recebe e não quer trabalhar para não perdê-lo. assim, quem trabalha é a minoria e deve sustentar uma maioria de safados e também de desvalidos. é bom parar por aqui.... Pensar em juntar forças e tentar mudar através das eleições... Acho difícil... mas é o único jeito, além que rezar.
Abraço
Angel