20 de jan de 2010

Amor, esse anjo desconhecido



Dizem que o amor anda escondido
pelos corações dos humanos.
Dizem que não se escolhe um amor,
dizem que não se manda no amor.
O amor tem vontade própria,
anda assim, meio de lá pra cá.

Ah, esse amor!
Dizem que corrói, dizem que destrói
Tantos tipos de amor em um coração
Amor de pai, amor de mãe, amor de amigo,
amor de irmão, amor de bicho, amor de gente,
amor de ódio, amor de amor.
Tantos tipos de amor escondido
dentro de um lugar tão pequeno e sensível.
Alguns dizem que o amor está na cabeça,
está no cérebro do lado direito, será?

Dizem que amor é pra sempre,
que amor é um só.
Outros dizem que não,
que um amor substitui outro amor.
Dizem que o amor faz bem,
que o amor faz mal, que faz rir e chorar,
contradições num único e solitário sentimento.

Dizem que só os poetas sabem descrever o amor,
mas todos o sentem, alguns o escondem,
poucos o entendem.
Não entendo esse amor preso,
esse amor ciumento, esse amor possessivo.
Também não entendo esse amor livre,
esse amor calmo, esse amor terno.

Dizem que o amor está aqui,
dizem que o amor está lá.
Dizem que o amor está perto
e ao mesmo tempo longe de chegar.
Dizem que a lua parece mais perto quando se ama.
Dizem que os olhos ganham vida própria
e roubam o brilho das estrelas.

O amor faz sorrisos surgirem
de apenas um toque no ombro.
O sorriso, ah, o sorriso!
Os humanos têm os sorrisos
lindos quando estão amando.
Sorriso puro, sincero, ofegante.
Dizem que o amor move montanhas,
não mais a fé.
Dizem que o amor é paciente,
aguarda, entende.

O amor surpreende, compreende é insistente.
O amor não desiste nunca, espera a hora certa.
Dizem que o amor na hora errada
machuca mais do que agrada.
Dizem que quem ama chora, cuida,
que amor não deixa escapar.

Dizem que amor se troca,
você fica com meu amor que eu fico com o teu.
Dizem que é uma troca de almas
Dizem que é uma junção de almas.
É, tudo isso é o amor.
Eu não entendo o amor,
mas eu sou apenas um anjo.
Sábio do humano que não entende o amor,
sábio do humano que apenas sente o amor.
Ah, esse amor!...
Quem consegue desvendá-lo?
Quem quer desvendá-lo?

Adaptação de texto AD de 26/05/2005

18 comentários:

Jaqueline Sales disse...

O amor é tão grande e poderoso que ele inspira todos os outros sentimentos, preenche todos os vazios da alma, cicatriza todas as feridas, estanca todas as hemorragias da alma e ainda nos mostra o caminho da felicidade.

Infinito amor... que nasce, cresce, cativa, vai embora e se deixa preencher por qualquer um, por qualquer outra coisa, contando que este/a seja amor.

BeijUivooooooooossssssss da Loba

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Dizem muita coisa do amor, eu, tu ele, nós, vós, eles...
Mas só quem sente, o vive.

Quem só diz dele, só sobrevive.

Poema lindo, lindo de viver!

Beijo

=)

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema, cheio de perguntas, a que ninguém sabe responder...o que é o amor...quem sabe.

beijinhos
Sonhadora

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Que lindo,M.Nilza. Bem... entender mesmo o amor ou decifrar, acho que ninguém ,né? Eu até arrisco a dizer que amores vêm, amores vão, ou melhor pessoas vêm e vão.O que importa é que o amor esteja dentro da gente guardadinho, para aflorar quando aparecer uma pessoa legal. Nós só não podemos perder é a capacidade de amar.Parabéns.Beijos

SAM disse...

Amiga, excelente! Amar, sempre!

Carinhoso beijo, amiga linda!

Bruna Landim disse...

Ah! Simplificou em palavras, coisas difíceis.. Mas, quem sou eu para dizer do amor, não é mesmo? Agora no rádio, tem uma música da Maria Rita que diz justamente desse sentimento do amor, não me lembro dela. Enfim, o fato é que eu lerei mais suas coisas. Um abraço.

angela disse...

Maria Nilza
E um dos fascinios dele este não entender.
E quando tudo esta bem, nos faz tão feliz.
beijos

Larissa Alves disse...

adorei,parabéns :)

Nilson Barcelli disse...

Resultou um belo poema, querida amiga.
Gostei imenso.
Beijos.

A Magia da Noite disse...

há tanto que se diz do amor, mas muito mais há para sentir com ele.

Zé Carlos disse...

Minja linda, o amor não se esconde!!! Ele fica entre seus maiores amigos .....

Mas vc não enxerga !!!

Bjs do ZC

Silvana Nunes .'. disse...

O amor rompe qualquer barreira.
Felicidades em seu trabalho.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
Saudações Florestais !

Desirèe disse...

Gosto muito de escrever sobre amor e relacionamentos. E de fato quando paramos pra pensar no que é esse sentimento, que muito procuram, percebemos que ele é complexo de mais e é quase impossível abordarmos tudo o que cabe nele. Mas seu poema coube muito bem no tema. Fala de uma gama infinita de sentimentos que se ramifica através do amor.
Parabéns.

Grata pela sua visita.
Beijos.

Dalva disse...

Como é bom falar de amor, desse sentimento tão especial que tem o poder de acelerar nosso coração, corar nossas faces e enobrecer nosso ser! Deveríamos ler um texto desse todos os dias! Lindo!

Beijos!

Olavo disse...

Ah o amor..mas..estou é correndo dele..
otimo final de semana
Beijão

Larissa Alves disse...

obrigada pelo comentario no meu blog,fico muuito feliz *-*

Zé Carlos disse...

Minha menina, onde vc anda escondida???

Beijão rsrsr e no comentário anterior no lugar de "minja! leia-se "minha" .....

Daniel Savio disse...

Pessoa, o amor é um das correntes que a vida se faz presente, então ele acaba arrastandoa gente numa cachoeira de sentimentos...

E penso que não esteja não escondido assim, mas nós que paramos de senti-lo com tanta intensidade.

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.