24 de jan de 2010

Noite

Pronta para dizer não, digo sim.
Tento te esquecer. Penso em ti.
Quero te ter longe. Sonho contigo aqui.
Num sorriso que seduz
Entra, sem pedir licença
Invade minh’alma com tamanha leveza
Faz morada entre as paredes
De um coração que bate pouco.
E louco se perde entre muros.


O despertar mostra o real
Não te tenho.
Tua voz não me é ouvida.
A saudade tortura, a dor corrói.
Promessas não cumpridas.
O vão, o vácuo, o medo.
A coragem que falta e impede
De dizer o quanto te amo.
Que te quero e espero.
Uma vida, outra mais
E quanta preciso for.





8 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Mas que amor mais sem tamanho!
Fale, grite!

Olha, vou te falar: o que mais me arrependo nessa vida, é de não ter dito o 'eu te amo' na hora certa.
Com certeza precisarei viver de novo para fazê-lo, porque essa chance eu já perdi.

Beijo

=)

Zé Carlos disse...

Ai!!!!! Sinal de perigo na área... te cuida garotinha... qq coisa peça ajuda.

Beijos do ZC

angela disse...

Aii que amor, pode se apoiar que te ajudo a carregar.
beijos

Sonhadora disse...

Minha amiga
Lindo ...amei.

Beijinhos
Sonhadora

Luma Rosa disse...

O amor não pede licença para chegar e quando te invade, babaú!! Melhor nao lutar contra! (rs*) Boa semana! Beijus,

Ana Maria disse...

Um amor eterno.
Amiga, estive dodói e dei uma sumidinha.
Hoje, ainda recuperando, faço minhas visitas.
Beijinhos no seu coração.

Olavo disse...

Pronto para dizer não digo sim...conheço alguem assim rs..Eu rs
Beijão lindo poema

Daniel Savio disse...

Menina, amores que nos marcaram são dificieis e esquecer...

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.