19 de jan de 2010

Dançando com o amor


[...] nua me sentirei diante de teu olhar
Ousado num tom rasgado
Chegas e me fazes dançar
Ilhada permaneço num mundo só nosso,
divido minutos e sussurros de prazer
Amo-te em cada gesto e passo
Aproveito-te ao máximo,
Mas sei que irás.

Tranquei teu coração.
Enlacei-o. E agora, o que fazer?
Fique, rouba-me pra ti
É dance comigo
A única e talvez a última música,
A que nos faz enternecer
Enfraquecer-nos diante deste
Que nos faz querer sobreviver
Sempre.

13 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida
Muito belo o teu poema...adorei.

Beijinhos
Sonhadora

Jana Banana disse...

Amei! Sem palavras, suspirei e tudo...

angela disse...

Lindo e de uma resignada melancolia.
O blog está bem bonito.
beijos

Desnuda disse...

Amiga,

que maravilha! Como gosto dos seus poemas! Lindo demais...


Carinhoso beijo, Nilza

Ana Cristina Quevedo disse...

Moça, cheguei aqui de paraquedas e fiquei encantada.
Estive, durante a última hora, a ler teus poemas, ouvindo as musicas que escolhestes com esmero.

Sua sensibilidade me comove, foi um presente receber hoje a dádiva de ler tão especiais linhas.

Fica aqui o meu Muito Obrigada!

=)

M. Nilza disse...

Ana!!
Grande honra ter vc por aqui!
Beijos

A Magia da Noite disse...

a partida pode ser apenas um até já, noutro instante ou lugar.

Zé Carlos disse...

Menina linda se for o caso de roubá-la, tenha certeza de que hoje vc será sequestrada.

Levarei vc ao céu e nem vou perguntar suas preferências de local.

Bjs do seu fã, ZC

João Videira Santos disse...

Um poema que faz despertar esperança em melodias outonais...(será?)

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Sensual, forte, romântico. Parabéns.Beijos

Desirèe disse...

Lindo esse poema. Sutil e muito tocante.

O blog está lindo.

Beijos.

Ady disse...

Nossa que lindo!

Essa dança foi longa...dançou pelos pensamentos, tomou conta do corpo e entrou no coração!

Muito bom o seu texto, adorei seu cantinho, estarei aqui mais vezes!

Parabéns! Sucesso!

Daniel Savio disse...

Viver este amor com luxuria?

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.