1 de abr de 2009

Louca de prazer


Apenas um beijo.
Onde? Não importava, mas um beijo.
Depois tuas mãos me segurando
Suadas. Nada mais importava:
Só o momento tão aguardado
A ansiedade tomara conta do meu ser
Meus anseios gemiam dentro do peito
A saudade gritava em meus ouvidos
Eu me perdia de amor, aquecia-me de paixão.
Deixava sangrar o coração
Que apenas ouvia a voz rouca
vencida pela excitação de um corpo frenético,
em ebulição pelo prazer num canto, louca...

9 comentários:

Janaína Vianna disse...

O poder de um beijo é indescritível. Bjs pra ti

Zé Carlos disse...

Linda menina, deliciosa poesia...
Bjs do Zé Carlos

Olavo disse...

Hummm poema quente..gostoso de ler..um beijo é um beijo..com o toque desejado então..perfeito.
Beijos

LIno disse...

Um beijo, como princípio, pode levara a muito mais. É apenas o começo de um longo caminho.

Luis F disse...

Obrigado pela visita ao meu mar... venho retribuir a mesma com carinho e aproveitei para mergulhar no encanto do seu blog.

Parabéns

Bjs

Daniel Savio disse...

Só se entrega ao momento...

E faz valer isto.

Fique com Deus, menina M. Nilza.
Um abraço.

A.S. disse...

É no beijo que tudo começa Nilza!
Deixa que ele te envolva em ondas de prazer e sacia a sede que grita nos teus lábios!...


Beijos...

Dri disse...

Ai que lindo!!! bom fim de semana! Nossa, faz tempo que eu não vinha aqui, saudades de passear mais pelo mundo virtual. beijos

citadinokane disse...

Louca de prazer e desejos...
Ebulição e cantos...
Ah, deixa pra lá!
Beijos,
Pedro